Tratamento por Ondas de Choque

 

 

O Tratamento por Ondas de Choque Extracorpórea (ESWT - sigla em inglês) é uma modalidade de tratamento para os pacientes com problemas músculo esqueléticos tais como tendinites, dores musculares crônicas e falhas na consolidação de fratura. Além disso, é uma excelente opção para o tratamento de feridas de pele (úlceras) em pacientes com dificuldade de cicatrização.

 

O tratamento é indicado nos casos em que não há resposta ao tratamento convencional, geralmente com fisioterapia e medicamentos, e é uma boa opção antes da indicação de cirurgias porque pode resolver até 80% dos casos.

 

As ondas de choque são um tipo de energia mecânica, e não um choque elétrico, que penetra no tecido lesado e provoca um fenômeno chamado cavitação, onde microbolhas se rompem provocando microrroturas no tecido inflamado, determinando a liberação de substâncias anti-inflamatórias locais e também estimulando um aumento na microcirculação local. Este aumento de nutrição no local leva a uma progressiva cura natural do processo inflamatório-degenerativo.

 

As principais indicações são:

 

Fasciíte plantar (esporão)

Epicondilite lateral (cotovelo de tenista)

Aquilodínea (dor insercional ou no corpo do tendão de Aquiles)

Tendinite patelar

Tendinite calcárea do ombro

Bursite de quadril

Dor miofascial com pontos gatilho de dor (trigger points)

Retardo de consolidação ou não consolidação (pseudoartrose) de fraturas

 

As principais contraindicações são:

 

Gravidez

Alteração de coagulação do sangue

Infecções ou tumores no local de aplicação

Infecção sistêmica

Hipersensibilidade à dor

Fises (locais de crescimento ósses), vasos e nervos no sítio de aplicação

Arritmias cardíacas ou uso de marca-passo

Epilepsia

 

Os efeitos advesos principais são equimoses e petéquias (tipos de sangramento leve), edema (inchaço) e dor no momento de aplicação. Todos esses efeitos desaparecem espontaneamente nos primeitos dias depois do tratamento.

 

É importante salientar que o Tratamento por Ondas de Choque Extracorpórea não é um procedimento isento de riscos e, por isso, deve ser realizado por médico devidamente capacitado.

 

© 2015 por Daniel Sabatini

Para marcar uma consulta

Guaçuí-ES (28)3553-1339

Muriaé-MG (32)3722-3196​